Como aproveitar as flexibilizações da pandemia

15jun, 2021

Nos últimos tempos, temos sempre aguardado ansiosos pelos progressos nas fases de contenção da pandemia: fase vermelha (restrição total), laranja (controle), amarela (flexibilização), verde (menos restrições) e a tão esperada fase azul (pandemia controlada).  

Enquanto não chegamos ao término da pandemia, as empresas do setor turístico têm focado bastante seus esforços em alternativas para segurar as pontas. Já escrevemos dicas para você movimentar o marketing do seu hotel, restaurante ou agência na fase vermelha. Se sua cidade ainda está na fase vermelha, leia esta matéria: 5 coisas a fazer pela divulgação, mesmo na fase vermelha!

Hoje daremos dicas de como aproveitar as etapas de flexibilização laranja e amarela, que permitem o funcionamento parcial das atividades turísticas. Lembrando que cada estado possui uma organização própria sobre estas etapas, por isso é importante sempre consultar as informações oficiais do governo local a respeito. 

Demanda reprimida no turismo

Para embasar nossas dicas, é válido mencionar a demanda reprimida provocada pela fase vermelha, durante a qual as atividades turísticas estavam quase totalmente impossibilitadas. Sonhos foram segurados, viagens foram adiadas e novos planos foram criados. 

A demanda foi reprimida durante esse tempo e, com o avanço na vacinação e a chegada da fase laranja ou amarela, podemos notar que ela vem sendo retomada aos poucos. Logo, esse é o momento para você usar e abusar de ferramentas que exploram o já existente interesse do viajante. Vamos a algumas dicas a respeito:  

1 – Google Ads

O Google Ads é uma das ferramentas mais poderosas do marketing digital no turismo, com destaque para o Search. Ele se baseia em anúncios patrocinados (propagandas) apresentados nas pesquisas realizadas no Google. 

Qual a importância disso? Um levantamento realizado no Google Trends aponta que as pesquisas por viagens aumentam em mais de 50% quando uma cidade entra em uma fase que libere as atividades turísticas, mesmo que parcialmente. Se existe uma demanda de pesquisas, você precisa aproveitar! 

2 – Remarketing

Você já foi impactado por anúncios de empresas oferecendo algo depois de você procurar ativamente sobre aquilo? Isso é o Remarketing! Trata-se de uma poderosa forma de apresentar anúncios a um público que já passou pelo seu site e redes sociais, ou seja, você tem a chance de reapresentar sua oferta para aquele cliente que já te conhece, mas ainda não foi convencido a comprar seu produto ou serviço. 

Isso é importantíssimo, já que a grande maioria dos viajantes não reservam logo na primeira vez que acessa o site de um hotel! Estima-se que os consumidores pesquisam em média 3 hospedagens antes da decisão final. Sendo assim, o Remarketing é uma forma de você continuar sendo visto e lembrado ao longo da jornada do comprador, aumentando exponencialmente suas chances de convencê-lo. 

3 – Email Marketing

Que tal surpreender quem já se hospedou em seu hotel, aproveitou os pratos do seu restaurante ou já curtiu os passeios de sua agência? 

Mantenha sempre uma base de clientes atualizada e aproveite-a para enviar comunicações via mensagens de e-mail. Avise-os sobre o funcionamento de suas atividades e ofereça uma condição especial para quem já é seu fã! Uma forma barata, simples e excelente de fidelizar seu público, não é mesmo? 

Esperamos que as dicas de hoje te ajudem a enfrentar esse momento difícil na indústria do turismo e na sociedade como um todo. Lembre-se que logo isso vai passar e quem estiver preparado para isso vai colher os melhores frutos!  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *